Calda Sulfocálcica (2 Kg Enxofre + 1 Kg Cal Virgem)

Destaque Lançamento

Marca: NacionalModelo:Disponibilidade: Imediata Referência: 900044


Por:
R$ 40,00

ou 12x de R$ 3,78 com juros

2Kg - Enxofre em Pó
1Kg - Cal Virgem (Oxido de Cálcio)
(Faz 10 Litros da Calda Sulfocálcica)


Calda Sulfocálcia, apresenta ampla ação fungicida, inseticida e acaricida, sendo também considerada um fertilizante foliar conferido pelos polissulfetos de cálcio, fornecendo nutrientes às plantas, tais como cálcio e enxofre. Esta é uma alternativa orgânica para quem busca a produção livre de veneno. 


UTILIZAÇÃO
A calda sulfocálcica pode ser utilizada na maioria dos cultivos (salvo cucurbitáceas).
Os produtores orgânicos podem aproveitar os nutrientes da calda para tratar deficiências do solo. Além disso, ajuda a proteger o cultivo de tripes, cochonilhas, ferrugem, fungos, líquens, musgos e até insetos e vírus.
Embora não possa ser usada na época de florescimento das plantas e em mudas, a calda é recomendada no processo pós-poda, acelerando o processo de cicatrização dos troncos.
Ao pulverizar a calda sulfocálcica nas plantas, é importante que a planta seja atingida como um todo, desde a raiz até as suas folhas, protegendo ao máximo sua estrutura.
Os efeitos da calda possuem maior resultado quando utilizados de forma preventiva, principalmente quando relacionado às “pragas”. No entanto, é possível utiliza-la para reduzir o impacto de algumas doenças e assim evitar o uso de compostos químicos prejudiciais ao cultivo.


FORMULAÇÃO E PREPARO
2Kg de Enxofre em Pó
1Kg de Cal Virgem (Oxido de Cálcio)
20 Litros de Água
2 vasilhames de ferro ou latão
1 Areômetro de Baumé (°Bé)
Coador de Pano (organza ou voal)

Passo a Passo

Em um vasilhame de ferro ou latão, coloque para ferver 20 litros de agua.
No outro vasilhame, queime a cal em 1 litro de água morna.
O enxofre é diluido em um balde com água morna.
No momento em que a cal apagar (parar de borbulhar), aumente o fogo e aos poucos coloque a mistura de enxofre.
Acrescente então 10 litros de água fervente e faça uma marca no vasilhame, na altura dos 10 litros.
Mexa por cerca de 1 hora e adicione mais água fervente conforme for evaporando para manter o líquido no nível assinalado;
Após 1 hora de fervura a calda estará grossa e com uma tonalidade avermelhada.
Espere esfriar e meça com o areômetro a densidade do líquido. O ideal é que esteja entre 28°Bé e 32°Bé;
Antes de guardar a calda, filtre-a com o coador, para eliminar resquícios sólidos e não prejudicar o equipamento de pulverização;
Armazene em recipientes fechados e vedados (vidro ou plástico escuro) por até 60 dias 
em locais livres de umidade.

 

IMPORTANTE
Para produzir a calda sulfocálcica é necessário compreender que seu uso não deve ser associado com a calda bordalesa e que, caso seja necessário utilizar ambas as composições, recomenda-se um intervalo entre 30 e 40 dias entre as aplicações no cultivo.
Outro fator importante sobre a calda sulfocálcica é a sua densidade, pois é através dela que cada cultivo irá aproveitar os benefícios do biofertilizante.
Consulte sempre a densidade ideal para seu cultivo e dilua na quantidade de litros recomendada antes de borrifar. Caso contrário, as plantas podem acabar queimadas ou o efeito pode não ser tão satisfatório.


 

MEDIDAS APROPRIADAS DE MANUSEIO
Todo o processo de produção e aplicação da calda sulfocálcica deve ser realizado com a ajuda de materiais de segurança e proteção, como luvas, óculos protetores e macacão.
Por se tratar de um composto de alta alcalinidade e alta corrosividade, é preciso que seja manuseado com cuidado e depositado apenas em locais adequados.
Após utilizar o pulverizador, é importante que o mesmo seja bem higienizado para que não fiquem resquícios da calda sulfocálcica em seu interior.

 

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

    Confira os produtos